Conecte-se conosco

Policial

PROFESSOR DE 25 ANOS É ENCONTRADO MORTO EM SÃO JOÃO DO TRIUNFO

Publicado

em

Lindolfo Kosmaski, 25 anos, foi encontrado carbonizado dentro de um veículo

Amigos acreditam que o caso foi um crime de homofobia.

A morte do professor Lindolfo Kosmaski, de 25 anos, em São João do Triunfo, chamou a atenção de moradores da cidade pela forma brutal que o crime aconteceu. Lindolfo era morador do Coxilão Santa Rosa e foi encontrado morto neste sábado, 1º de maio, carbonizado dentro de um veículo. Houve também indícios de disparo de arma de fogo.

A ocorrência foi atendida pelo Corpo de Bombeiros de Palmeira além da Polícia Militar, Civil e Criminalística que investigam o caso. Pelas redes sociais amigos manifestaram as condolências e grupos enfatizam que a morte foi um caso de homofobia.

Pelas redes sociais amigos manifestaram as condolências e grupos enfatizam que a morte foi um caso de homofobia.

“Lindolfo era um educador do campo, envolvido com a luta dos pequenos agricultores de onde se originou e carregava esta identidade com muito orgulho, se desafiou a candidatura de vereador na última eleição municipal, a qual não foi eleito, mas compartilhou com muita humildade seus sonhos e convicções de uma sociedade verdadeiramente livre”, dizem os amigos.

O caso segue sendo investigado.

Fonte e Foto: Polícia Militar | Equipe Studio W / V.vale
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página.

Homofobia – pode ser definida como “uma aversão irreprimível, repugnância, medo, ódio, preconceito que algumas pessoas nutrem contra os homossexuais, lésbicas, bissexuais e transexuais (também conhecidos como grupos LGBT).

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PM DE REBOUÇAS E RIO AZUL CUMPREM MANDADO DE BUSCA E APREENSÃO EM RESIDÊNCIA

Publicado

em

Policiais militares de Rio Azul e Rebouças com apoio do Serviço Reservado da 8ª Cia cumpriram um mandado de busca e apreensão em uma residência na rua Padre Vicente Guadineri em Rebouças, nessa segunda-feira (10).

Durante buscas em uma residência foram encontradas três pedras de crack embaladas em papel alumínio. O rapaz que estava com os entorpecentes foi conduzido para a Delegacia, assim como os objetos e drogas apreendidas.

Fonte e Foto: Polícia Militar | Imagem meramente ilustrativa / Studio W
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página.

Continue Lendo

Policial

MULHER É ATROPELADA POR MOTOCICLETA EM UNIÃO DA VITÓRIA

Publicado

em

A equipe do Corpo de Bombeiros da cidade de União da Vitória, esteve prestando atendimento a uma situação de acidente de trânsito que foi registrado por volta das 18:20 horas dessa terça-feira (11).

De acordo com informações do sistema dos Bombeiros, a situação aconteceu na Avenida Paula Freitas, no Distrito de São Cristóvão, e envolveu uma motocicleta que acabou atropelando uma mulher.

Com a batida, a mulher de 50 anos de idade, sofreu ferimentos de pequena gravidade. Ela foi imobilizada e encaminhado pelos Bombeiros para receber cuidados médicos.

Fonte e Foto: Polícia Militar | Imagem meramente ilustrativa.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página.

Continue Lendo

Policial

POLÍCIA ENCONTRA MULHER EM CÁRCERE PRIVADO NA CIDADE DE BITURUNA

Publicado

em

Uma situação de violência doméstica e cárcere privado foi registrada pela Polícia Militar de Bituruna durante a noite dessa segunda-feira, 10 de maio, por volta das 19 horas no bairro Bela Vista.

De acordo com informações, depois de receber um chamado de violência doméstica, a Polícia deslocou até uma casa aonde conseguiu contato com uma mulher, a qual contou que estava sendo mantida em cárcere privado há cerca de um mês.

A vítima relatou que residia em Balneário Camboriú/SC, quando conheceu o homem. Ainda na cidade catarinense, ela sofreu agressões e quando procurou a Polícia local, foi obrigada pelo agressor a vir embora com ele para Bituruna.

Desde então, ela estava presa em casa, impedida de sair e de trabalhar, além de estar sofrendo agressões físicas e ameaças de morte. Ela ainda contou que teme pela sua vida e de seu filho de quatro anos, uma vez que, o homem afirma que irá matá-los caso denuncie.

A Polícia diante da situação, solicitou apoio da assistência social para auxiliar a vítima e realizou buscas pelo autor que havia se evadido no local. Entretanto, o agressor não foi encontrado.

Fonte e Foto: Canal 4
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página.

Continue Lendo
Publicidade

As mais Lidas