Conecte-se conosco

Policial

PC acredita que dívida com traficantes tenha causado morte de jovem em Rebouças

Publicado

em

Edson da Cruz Santana, conhecido por “Nego”, de 24 anos, foi assassinado com pelo menos três tiros em sua residência na manhã de quarta-feira, 31, na Vila Facão

Homem foi morto com três tiros na Vila Facão, em Rebouças. Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil de Rebouças acredita que uma dívida com traficantes possa ter causado a morte do jovem Edson da Cruz Santana, conhecido por “Nego”, de 24 anos, na manhã desta quarta-feira, 31. Ele foi assassinado com três tiros em sua residência na Vila Facão.

A afirmação foi feita pelo delegado Thiago França Nunes, que assumiu a Delegacia de Rebouças na última quarta-feira, em entrevista à Najuá na quinta-feira. “As investigações se aproximam da situação envolvendo tráfico de drogas. Ainda não se sabe se é uma dívida, mas provavelmente é, pelo que uma testemunha disse. Nós já temos um suspeito, mas não podemos identificá-lo”, frisou.

Foram feitas oitivas, análises de dados e diligências durante a manhã desta quinta-feira. Durante a mobilização, duas testemunhas, de 24 e 32 anos, disseram aos investigadores que retiraram um celular e drogas da casa após pedido de uma terceira pessoa, que está em Curitiba, e também foi indiciada pela Polícia Civil pelo crime de fraude processual. “Elas [essas pessoas] foram confrontadas com a verdade e confessaram que retiraram um aparelho celular que pertencia à vítima e também algumas drogas que estavam no local, e esconderam da polícia. Portanto, assim que eu identifiquei isto e, diante da confissão, dei voz de prisão em flagrante pelo crime de fraude processual e não pelo homicídio em si. São pessoas que estavam ali atuando para atrapalhar as investigações por estarem envolvidas com o tráfico de drogas. Este foi o motivo delas terem tirado o aparelho celular e as drogas do local”, frisou o Delegado.

No dia das prisões por fraude processual, uma das mulheres pagou fiança e foi liberada para responder ao inquérito em liberdade. Já a outra investigada não havia pago o valor da fiança e permanecia presa até a realização da audiência de custódia. A pessoa que atrapalha a investigação policial pode ser condenada a uma pena de até quatro anos de prisão, conforme a Polícia Civil.

Duas pessoas foram detidas por fraude processual após retirarem objetos da casa onde ocorreu homicídio em Rebouças. Foto: PC/Divulgação

Investigações – Em relação ao crime de fraude processual, as investigações foram encerradas pela Polícia Civil, cabendo ao Ministério Público analisar se oferece a denúncia, pedir mais diligências ou arquivar o caso. No caso do homicídio, o delegado destacou que novas diligências serão necessárias para que os investigadores confirmem a autoria do crime. “O que eu posso dizer é que nós estamos andando nas investigações, não estamos parados. Pretendo finalizar este inquérito o mais breve possível. Existe um prazo legal de 30 dias, prorrogável por mais 30, e eu pretendo usar o menor prazo possível, mas este é o prazo legal para a conclusão do inquérito”, finalizou.

Fonte: Rádio Najuá

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Homem é preso após bater em mulher e desacatar policiais em União da Vitória

Publicado

em

Um homem que não teve o nome divulgado foi preso por volta das 17:00 horas dessa quarta-feira, 28 de fevereiro, em uma ocorrência policial registrada no bairro São Gabriel em União da Vitória.

Segundo informações, a Polícia Militar foi acionada para verificar uma situação de violência doméstica e no local encontrou uma mulher chorando e caminhando em via pública. Ela alegou que foi agredida pelo convivente, o qual também tentou impedir a mesma de sair de um carro.

Após diligências o homem foi abordado e com ele foi encontrado uma pequena quantidade de cocaína. Ele recebeu voz de prisão e reagiu a ação desacatando os policiais. Após contido foi entregue na delegacia para providências.

Continue Lendo

Policial

PM de Mallet é acionada após perturbação com som alto durante a madrugada

Publicado

em

Por volta das 01 hora de ontem, terça-feira, 27 de fevereiro, a equipe da Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de perturbação de sossego na área central de Mallet.

Os policiais se deslocaram até o local e constatou um som em volume alterado e conversas em tom elevado. Em contato com a moradora da propriedade, ela foi advertida e encerrou naquele momento a perturbação.

A equipe policial também orientou a vítima quanto as medidas cabíveis caso uma nova ocorrência.

Continue Lendo

Policial

Caso de moeda falsa é registrado em posto de combustível

Publicado

em

A equipe da Polícia Militar registrou uma caso de moeda falsa por volta das 18:20 horas dessa terça-feira, 27 de fevereiro, na localidade de São Miguel na cidade de General Carneiro.

Os policiais foram acionados para comparecer a um posto de combustível, onde conversaram com o solicitante que se identificou como frentista do local. Ele passou a relatar que recebeu de um cliente uma nota de R$200,00 falsa, porém, somente se deu conta de que a cédula não era verdadeira momentos depois que o cliente havia saído do local.

A cédula foi apreendida e encaminhada para a 4ª SDP e todos no estabelecimento foram orientados quanto aos procedimentos cabíveis.

Continue Lendo
Publicidade

As mais Lidas