Conecte-se conosco

Policial

Morador de Bituruna cai em golpe ao tentar comprar motocicleta por rede social

Publicado

em

Polícia Militar de Bituruna registra um segundo caso de estelionato nessa quarta-feira (28).

Um morador da localidade de Linha Palmas compareceu ao pelotão por volta das 16:20 horas e passou a relatar que caiu em um golpe ao tentar comprar uma motocicleta pela rede social, Instagram. A moto seria da cidade de Brasília, no Distrito Federal.

O solicitante entrou em contato com os supostos vendedores, acertou a compra e fez um depósito inicial como entrada e restante parcelado em 48 vezes de R$533,31. Depois disso, foi prometido que o veículo seria enviado ao seu endereço sem custos adicionais e com previsão de chegada para o dia 26 de fevereiro.

Nesta segunda-feira, 26 de fevereiro, a vítima entrou em contato com a loja e foi informado que seria necessário pagar mais R$ 100,00 reais de frete. Momento que ele novamente questionou a loja sobre entrega e o vendedor alegou que ela estava parada em Campo Grande – MS, e solicitado novo pagamento de R$ 200,00 para fornecer um código de rastreamento é que percebeu o golpe.

A vítima ainda informou que após recusar a efetuar o pagamento adicional, o autor disse que a motocicleta permaneceria parada.

Ele procurou a Polícia repassando todas as informações. O caso foi registrado e as orientações necessárias foram repassadas.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PM cumpriu mandado de prisão em Paula Freitas

Publicado

em

A equipe da Polícia Militar de Paula Freitas prendeu um homem no bairro Maria Anísia por volta das 21:23 horas dessa sexta-feira (19).

Após conhecimento de mandado de prisão em desfavor de um homem a equipe deslocou ao seu endereço com o intuito de verificar se o mesmo se encontrava no local.

O autor saiu até o portão e conversou com a equipe policial, sendo identificado, exposto o mandado de prisão em seu desfavor, sendo que este por espontânea vontade acompanhou os policiais para ser apresentado a unidade prisional.

Continue Lendo

Policial

Casal de General Carneiro perde 20 mil reais ao tentar fazer empréstimo pela internet

Publicado

em

Um senhor compareceu ao Pelotão da Polícia Militar de General Carneiro por volta das 18 horas dessa sexta-feira, 19 de julho, para relatar um golpe de estelionato.

De acordo com o solicitante, sua esposa precisava de um empréstimo, que tentou com vários bancos físicos, porém, sem sucesso. Então, procurou na internet, encontrou um homem que oferecia empréstimo.

O autor, de acordo com a vítima, foi muito prestativo e atencioso. O homem atendeu pedindo a documentação da mulher para realizar o cadastro e fazer a simulação.

Quando o homem enviou o contrato falou que já iria creditar o valor na sua conta, com a demora para acontecer, a vítima entrou em contato novamente com o suposto atendente e ele começou a pedir dinheiro.

O autor passou a dizer que se a vítima não depositasse o valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), ele iria bloquear todos os documentos do marido.

Diante das informações a equipe policial orientou as vítimas quanto aos procedimentos cabíveis.

Continue Lendo

Policial

PC de Irati prende homem por descumprimento de medidas protetivas

Publicado

em

Na tarde dessa quinta-feira, 18 de julho, um homem de 36 anos, foi detido na localidade de Pinho de Cima, por descumprimento de medidas protetivas com base nas leis Maria da Penha e Henry Borel.

A Polícia Civil e o Conselho Tutelar solicitaram medidas protetivas para afastar o investigado dos filhos do casal. As medidas foram solicitadas em abril.]

De acordo com a Polícia Civil, o homem descumpriu as determinações judiciais e agrediu a vítima. Por isso, foi solicitada a prisão preventiva do investigado como forma de resguardar a integridade física e psicológica da ex-mulher.

A Lei Henry Borel estabelece medidas protetivas específicas para crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica e familiar e considera crime hediondo o assassinato de menores de 14 anos.

No Congresso Nacional, o texto foi batizado de Lei Henry Borel, em referência ao menino de 4 anos morto em 2021 por hemorragia interna após espancamentos no apartamento em que morava com a mãe e o padrasto, no Rio de Janeiro.

Continue Lendo
Publicidade

As mais Lidas