Conecte-se conosco

Geral

Boletim da Saúde registra mais 23,3 mil casos confirmados de dengue

Publicado

em

O Paraná registrou mais 44.985 notificações e 23.396 casos confirmados de dengue em uma semana. Há ainda, 10.454 casos descartados. Ao todo, desde 30 de julho do ano passado, o Estado já soma 351.325 notificados, 159.357 casos confirmados, 101.879 casos descartados e 77 óbitos. Os dados são do informe semanal da doença elaborado e publicado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nesta terça-feira (2).

Ainda de acordo com o boletim, os 399 municípios do Estado já registraram notificações de dengue e 389 tiveram casos confirmados.  Apenas 10 cidades não possuem casos confirmados de dengue: Adrianópolis, Agudos do Sul, Doutor Ulysses, Piên, Fernandes Pinheiro, Rio Azul, Paula Freitas, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa e Santana do Itararé.

O boletim não registrou novas mortes pela doença. A Coordenadoria de Vigilância Ambiental da Sesa segue monitorando e auxiliando os municípios na investigação e encerramento de óbitos suspeitos por dengue. As equipes municipais de saúde são responsáveis pela investigação das mortes suspeitas pela doença, e, após concluírem os casos, devem atualizar e encerrar as informações no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde.

As 77 mortes já confirmadas pela doença foram registradas nos municípios de Antonina, Chopinzinho, São João, Ampére, Cruzeiro do Iguaçu, Dois Vizinhos, Nova Esperança do Sudoeste, Salto do Lontra, Santa Terezinha de Itaipu, Boa Vista da Aparecida, Capitão Leônidas Marques, Cascavel, Lindoeste, Nova Aurora, Quedas do Iguaçu, Luiziana, Mariluz, Cianorte, Marilena, Paranavaí, Planaltina do Paraná, Mandaguari, Maringá, Sarandi, Apucarana, Arapongas, Cambira, Jandaia do Sul, Cambé, Londrina, Rolândia, Cornélio Procópio, Siqueira Campos, Terra Roxa, Toledo e Ivaiporã.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Local

Tragédia na BR-153: Motociclista Malletense Morre em Colisão com Caminhão

Publicado

em

Na noite desta quinta-feira, 20 de junho, um grave acidente tirou a vida de Luiz Roberto Kurzydlovski, de 37 anos, morador da cidade de Mallet. 

Em entrevista à Studio W TV,  durante o Jornal W Notícias, o 2º Sargento Joaquim Pacholok do Corpo de Bombeiros de Irati  teria repassado todas as informações a respeito  do acidente.

Pacholok comentou  que a colisão teria sido frontal entre a moto e um caminhão resultando em consequências fatais na BR-153, no alto do km 391, nas proximidades da entrada do Recanto Bally.

Ainda de acordo com o 2º Sargento, Luiz Roberto estava conduzindo uma moto Yamaha MT09 quando colidiu violentamente com um caminhão Truck Iveco, que seguia para a cidade de Ipiranga, na região dos Campos Gerais.

 O veículo de carga era dirigido por L. C. B. C., de 38 anos. 

O impacto da colisão foi tão intenso que causou a decapitação do motociclista e destruiu completamente a moto.

O motorista do caminhão, em estado de choque, foi levado ao Hospital São Pedro pela ambulância da Secretaria de Saúde.

Após ser atendido e constatado apenas traumas emocionais, foi liberado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou rapidamente ao local e interditou a rodovia para garantir a segurança e permitir o trabalho dos socorristas. 

A pista só foi liberada por volta das 22h30, após a conclusão da limpeza feita pelos Brigadistas Comunitários de Mallet.

O Instituto Médico Legal (IML) de União da Vitória, junto com a Polícia Científica, realizaram os procedimentos necessários e recolheram o corpo da vítima. 

A Polícia Militar de Mallet também esteve presente no local, prestando suporte e garantindo a segurança de todos.

Este trágico incidente serve como um alerta sobre os perigos das estradas e a importância da atenção redobrada por parte de todos os condutores. 

A Studio W de Mallet lamenta profundamente a perda de Luiz Roberto Kurzydlovski, um jovem de apenas 37 anos, e se solidariza com a família enlutada.

Continue Lendo

Geral

Boletim da Saúde registra 25.028 novos casos de dengue e mais 46 óbitos no Paraná

Publicado

em

O boletim semanal da dengue publicado nesta terça-feira (18) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirma 25.028 novos casos da doença e mais 46 mortes no Paraná. De acordo com o documento, o atual período epidemiológico, que teve início em julho de 2023, soma agora 460 óbitos, 505.893 diagnósticos confirmados e 860.550 notificações.

As mortes registradas no informe desta semana ocorreram entre 1º de março e 3 de junho. São 18 homens e 28 mulheres, com idades entre 3 meses e 92 anos, residentes em 27 municípios: Paranaguá (1), Curitiba (3), Ponta Grossa (3), Chopinzinho (1), Ampére (3), Boa Esperança do Iguaçu (1), Dois Vizinhos (1), Enéas Marques (1), Francisco Beltrão (5), Realeza (3), São Jorge D’Oeste (1), Foz do Iguaçu (1), Jesuítas (1), Nova Aurora (2), Quedas do Iguaçu (1), Boa Esperança (1), Cianorte (1) Santa Isabel do Ivaí (1), Maringá (1), Apucarana (2), Borrazópolis (2), Califórnia (1), Londrina (2), Pitangueiras (1), Sertanópolis (1), Assis Chateaubriand (1) e Toledo (4). Desse total, 30 pessoas apresentavam comorbidades.

A Regional com mais casos confirmados é a 10ª RS de Cascavel (59.952). Na sequência estão a 17ª RS de Londrina (59.711), 8ª RS de Francisco Beltrão (59.680), 16ª RS de Apucarana (38.614), 15ª RS de Maringá (37.928) e 11ª RS de Campo Mourão (32.711).

As cidades com maior número de diagnósticos positivos são Londrina (34.719), Cascavel (29.082), Maringá (21.810) e Apucarana (18.464). Há 398 municípios com confirmações de dengue – apenas Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, não tem casos confirmados.

Continue Lendo

Local

Governo e Mallet assinam cooperação para construir nova ponte em via municipal

Publicado

em

A secretaria estadual de Infraestrutura e Logística (SEIL) firmou uma cooperação com o município de Mallet, região Centro-Sul, para fornecer peças pré-moldadas de concreto que serão utilizadas na construção de uma nova ponte sobre o Rio Braço Potinga. A estrutura vai ficar na rodovia municipal MLL-406, ligando a Comunidade Lajeado de Baixo com a Colônia 5 e Colônia 6, beneficiando aproximadamente 100 famílias da zona rural do município.

São 20 vigas de 15,50 metros de comprimento cada e 288 lajotas de 50 cm por 100 cm para compor a laje. A ponte terá 32 metros de comprimento por 6,25 metros de largura, cabendo ao município construir a fundação, os pilares e os acessos, bem como lançar as peças pré-moldadas fornecidas pela SEIL. O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) vai acompanhar a execução da obra, conforme previsto no termo de cooperação.

A ponte será construída próximo a uma outra de madeira existente no local. Segundo o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, a nova estrutura de concreto vai garantir uma travessia segura para moradores e também para o transporte da produção agropecuária local. “É uma garantia, pelas próximas décadas, que o pequeno produtor vai poder continuar trabalhando sem se preocupar com a logística para transportar sua safra, produção de leite e outros produtos do município”, afirmou.

Continue Lendo
Publicidade

As mais Lidas