Conecte-se conosco

Geral

Como incentivo ao planejamento financeiro, Sicredi lança 9ª edição da Poupança Premiada 

Publicado

em

Campanha distribuirá mais de R$ 2,5 milhões em prêmios Créditos: divulgação

Para incentivar o hábito de poupar, instituição financeira cooperativa inicia campanha estrelada por Ana Castela, com sorteios semanais de R$ 5 mil e prêmios especiais – R$ 500 mil em outubro e R$ 1 milhão ao final da promoção

A poupança segue como a aplicação mais popular entre os brasileiros, de acordo com a mais recente edição do Raio X do Investidor, realizado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA). Esse interesse pode ser atribuído à facilidade e conveniência dessa forma de investimento para grande parte da população. Com o objetivo de incentivar ainda mais o hábito de poupar, o Sicredi anuncia o lançamento da 9ª edição da campanha Poupança Premiada, que distribuirá mais de R$ 2,5 milhões em prêmios, incluindo 44 sorteios semanais de R$ 5 mil, uma premiação especial de R$ 500 mil, em outubro (Mês da Poupança), além um sorteio final de R$ 1 milhão, em dezembro.

“Acreditamos que, ao incentivar o hábito de poupar recursos por meio de uma modalidade acessível e simples para a maioria da população, estamos contribuindo para a realização de sonhos e para garantir uma vida financeira mais saudável, especialmente em momentos de dificuldade. Permitir a aplicação de valores, mesmo que pequenos, na poupança ajuda o investidor a desenvolver a cultura da educação financeira. Isso ocorre à medida que ele observa suas economias crescerem mês a mês, de forma descomplicada”, explica a gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adriana Zandoná França.

A gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adriana Zandoná França, destaca que a poupança ajuda a fortalecer conceitos de educação financeira
Créditos: divulgação

A especialista enfatiza que, ao poupar na instituição financeira cooperativa, os associados também impulsionam impactos positivos na economia local. “Os recursos captados pelas cooperativas Sicredi são utilizados para oferecer créditos rural e comercial, promovendo o desenvolvimento social e econômico nas regiões atendidas, graças ao ciclo virtuoso do cooperativismo de crédito”, destaca Adriana.

Ana Castela também incentiva hábito de poupar 

Em 2024, a campanha Poupança Premiada Sicredi ganha destaque com a participação da cantora Ana Castela, uma das artistas mais ouvidas do Brasil atualmente. No vídeo promocional, ela interpreta uma música exclusiva que enfatiza a importância de economizar para realizar sonhos. A divulgação ocorre em múltiplos canais: TV aberta, rádios, mídia impressa e nas plataformas digitais do Sicredi nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, onde a campanha é realizada. 

Como poupar

A participação é simples: a cada R$ 100,00 depositados na poupança Sicredi, o associado recebe automaticamente um número da sorte para participar dos sorteios, realizados pela Loteria Federal. Optando pela poupança programada, o participante tem o benefício de receber números da sorte em dobro. Informações detalhadas sobre a promoção podem ser consultadas no site oficial da campanha.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento de seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Possui um modelo de gestão que valoriza a participação dos mais de 7,5 milhões de associados, que exercem o papel de donos do negócio. Com mais de 2.600 agências, o Sicredi está presente fisicamente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, disponibilizando uma gama completa de soluções financeiras e não financeiras.

Site do Sicredi: Clique aqui

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Local

Tragédia na BR-153: Motociclista Malletense Morre em Colisão com Caminhão

Publicado

em

Na noite desta quinta-feira, 20 de junho, um grave acidente tirou a vida de Luiz Roberto Kurzydlovski, de 37 anos, morador da cidade de Mallet. 

Em entrevista à Studio W TV,  durante o Jornal W Notícias, o 2º Sargento Joaquim Pacholok do Corpo de Bombeiros de Irati  teria repassado todas as informações a respeito  do acidente.

Pacholok comentou  que a colisão teria sido frontal entre a moto e um caminhão resultando em consequências fatais na BR-153, no alto do km 391, nas proximidades da entrada do Recanto Bally.

Ainda de acordo com o 2º Sargento, Luiz Roberto estava conduzindo uma moto Yamaha MT09 quando colidiu violentamente com um caminhão Truck Iveco, que seguia para a cidade de Ipiranga, na região dos Campos Gerais.

 O veículo de carga era dirigido por L. C. B. C., de 38 anos. 

O impacto da colisão foi tão intenso que causou a decapitação do motociclista e destruiu completamente a moto.

O motorista do caminhão, em estado de choque, foi levado ao Hospital São Pedro pela ambulância da Secretaria de Saúde.

Após ser atendido e constatado apenas traumas emocionais, foi liberado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou rapidamente ao local e interditou a rodovia para garantir a segurança e permitir o trabalho dos socorristas. 

A pista só foi liberada por volta das 22h30, após a conclusão da limpeza feita pelos Brigadistas Comunitários de Mallet.

O Instituto Médico Legal (IML) de União da Vitória, junto com a Polícia Científica, realizaram os procedimentos necessários e recolheram o corpo da vítima. 

A Polícia Militar de Mallet também esteve presente no local, prestando suporte e garantindo a segurança de todos.

Este trágico incidente serve como um alerta sobre os perigos das estradas e a importância da atenção redobrada por parte de todos os condutores. 

A Studio W de Mallet lamenta profundamente a perda de Luiz Roberto Kurzydlovski, um jovem de apenas 37 anos, e se solidariza com a família enlutada.

Continue Lendo

Geral

Boletim da Saúde registra 25.028 novos casos de dengue e mais 46 óbitos no Paraná

Publicado

em

O boletim semanal da dengue publicado nesta terça-feira (18) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirma 25.028 novos casos da doença e mais 46 mortes no Paraná. De acordo com o documento, o atual período epidemiológico, que teve início em julho de 2023, soma agora 460 óbitos, 505.893 diagnósticos confirmados e 860.550 notificações.

As mortes registradas no informe desta semana ocorreram entre 1º de março e 3 de junho. São 18 homens e 28 mulheres, com idades entre 3 meses e 92 anos, residentes em 27 municípios: Paranaguá (1), Curitiba (3), Ponta Grossa (3), Chopinzinho (1), Ampére (3), Boa Esperança do Iguaçu (1), Dois Vizinhos (1), Enéas Marques (1), Francisco Beltrão (5), Realeza (3), São Jorge D’Oeste (1), Foz do Iguaçu (1), Jesuítas (1), Nova Aurora (2), Quedas do Iguaçu (1), Boa Esperança (1), Cianorte (1) Santa Isabel do Ivaí (1), Maringá (1), Apucarana (2), Borrazópolis (2), Califórnia (1), Londrina (2), Pitangueiras (1), Sertanópolis (1), Assis Chateaubriand (1) e Toledo (4). Desse total, 30 pessoas apresentavam comorbidades.

A Regional com mais casos confirmados é a 10ª RS de Cascavel (59.952). Na sequência estão a 17ª RS de Londrina (59.711), 8ª RS de Francisco Beltrão (59.680), 16ª RS de Apucarana (38.614), 15ª RS de Maringá (37.928) e 11ª RS de Campo Mourão (32.711).

As cidades com maior número de diagnósticos positivos são Londrina (34.719), Cascavel (29.082), Maringá (21.810) e Apucarana (18.464). Há 398 municípios com confirmações de dengue – apenas Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, não tem casos confirmados.

Continue Lendo

Local

Governo e Mallet assinam cooperação para construir nova ponte em via municipal

Publicado

em

A secretaria estadual de Infraestrutura e Logística (SEIL) firmou uma cooperação com o município de Mallet, região Centro-Sul, para fornecer peças pré-moldadas de concreto que serão utilizadas na construção de uma nova ponte sobre o Rio Braço Potinga. A estrutura vai ficar na rodovia municipal MLL-406, ligando a Comunidade Lajeado de Baixo com a Colônia 5 e Colônia 6, beneficiando aproximadamente 100 famílias da zona rural do município.

São 20 vigas de 15,50 metros de comprimento cada e 288 lajotas de 50 cm por 100 cm para compor a laje. A ponte terá 32 metros de comprimento por 6,25 metros de largura, cabendo ao município construir a fundação, os pilares e os acessos, bem como lançar as peças pré-moldadas fornecidas pela SEIL. O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) vai acompanhar a execução da obra, conforme previsto no termo de cooperação.

A ponte será construída próximo a uma outra de madeira existente no local. Segundo o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, a nova estrutura de concreto vai garantir uma travessia segura para moradores e também para o transporte da produção agropecuária local. “É uma garantia, pelas próximas décadas, que o pequeno produtor vai poder continuar trabalhando sem se preocupar com a logística para transportar sua safra, produção de leite e outros produtos do município”, afirmou.

Continue Lendo
Publicidade

As mais Lidas